Pacientes de Alfenas esperam até 30 dias para saber se estão com dengue aponta G1 Destaque

Secretario Mauricio Durval explica que recorre à sorologia, em seguida é encaminhado para Belo Horizonte, resultado fica pronto em até 30 dias.

 

Segundo informações do G1, pacientes que procuram atendimento com sintomas de dengue estão tendo que esperar até 30 dias em Alfenas para saber se estão ou não com a doença. Isto porque o município não recebe, há cerca de um ano, os testes rápidos que fazem o diagnóstico da dengue e que são disponibilizados pelo Governo do Estado de Minas Gerais. Apenas a Santa Casa oferece o teste, mas os kits foram comprados com recursos do hospital.

Na cidade, apenas a Santa Casa oferece o teste, mas os kits foram comprados com recursos do hospital. A entidade atende cerca de 40 casos suspeitos da doença por dia.  "Naquele paciente que apresenta sintomas há pelo menos cinco dias e com a avaliação anamnese médica é realizado o teste rápido confirmatório da dengue", conta Aécio Assis, diretor administrativo do hospital.

Hoje a dengue já pode ser diagnosticada um dia depois que o paciente começou a apresentar os primeiros sintomas. O teste rápido da dengue fica pronto em 20 minutos, mas sem eles, os exames de sorologia feitos por hemograma têm que ser enviados para a capital do estado. "Recorremos à sorologia, encaminhamos para Belo Horizonte para o laboratório de referência, onde nós temos o resultado com até 30 dias após o encaminhamento da amostra", explica Maurício Durval de Sá, secretário de Saúde do município.

O G1 ressalta que na rede particular, o teste rápido da dengue custa em torno de R$ 90. A preocupação com o diagnóstico rápido da dengue acontece também por causa da febre chikungunha e do vírus da zika, que têm sintomas parecidos.

Em um laboratório da cidade, a procura pelo exame aumentou 60% no último mês. "Em geral, eles vêm pedindo urgência, porque eles têm medo da doença e querem diagnosticar rápido. E principalmente eles têm medo da doença hemorrágica. Então eles querem diagnosticar logo, fazer o hemograma, ver as plaquetas, como é que está a contagem de plaquetas, para poder determinar se é ou não a dengue e o risco que eles estão correndo", diz a bioquímica Evelize Valadão Dias Coni.

O Ministério da Saúde informou que foram adquiridos mil kits de testes sorológicos para a dengue. Eles já estão no Brasil e vão atender a demanda de todos os estados até abril de 2016. Cada kit faz 96 testes, com um total de 96 mil exames.

Avalie este item
(0 votos)
Publicado em Saúde
Redação

Website.: www.alfenasnews.com.br E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Entre para postar comentários