Para não perder elegibilidade Dilma pode abrir mão voluntariamente do cargo político.

Com impeachment a Presidente perde seus direitos políticos. A petista quer manter as regalias de ex-presidente da República: dois carros de luxo e oito servidores, entre assessores, seguranças e motoristas - tudo pago com dinheiro público. Dilma não encontra mais condições de dar continuidade ao seu governo e vê como certa sua deposição.

Eduardo Cunha foi afastado da Presidência da Câmara dos Deputados sob a acusação de ter cometido crime de corrupção e lavagem de dinheiro. Confira a análise de Joselito de Souza.

 

>>Acompanhe os comentários de Joselito de Souza acessando sua página no Facebook.

Se o Senado aprovar a saída da presidente - hipótese dada como certa pelos petistas -, ela descerá a rampa ao lado de ministros e de representantes de movimentos sociais

"Estamos a uma semana de a presidente descer a rampa. E vamos descer a rampa junto com ela", disse Gilberto Carvalho, braço direito de Lula durante oito anos e ex-ministro de Dilma, em cerimônia no Planalto. "É um momento duro. Não vamos nos enganar", emendou ele, ao fazer duras críticas ao PMDB do vice Michel Temer.

 
 
Visualizações: 2242
Avalie este item
(0 votos)
Publicado em Joselito de Souza
Entre para postar comentários